Que vazio!

Da janela vejo um tempo escuro e frio. Faz-me lembrar como eu me sinto: tenho um vazio interior difícil de descrever… Nem consigo pensar. Bem, a realidade é que está a anoitecer. E amanhã vai voltar a amanhecer. Da mesma maneira, eu espero que um dia a minha escuridão desapareça e eu consiga VIVER mesmo e não apenas existir…

Advertisements